2018

Pois é galera. Encerramos mais um ano, mais um ciclo em nossas vidas. Como o tempo passa rápido não é mesmo? Lembro que outro dia fizemos festa de virada de ano e daqui a alguns dias faremos novamente. Sobrevivemos, passamos, vivemos, lutamos e ainda estamos de pé para continuar nossa grande jornada. E vamos recapitular aqui: crescemos bastante né?

Sei que não somente eu, mas todos nós passamos por várias experiências, obstáculos, situações que nos fizeram amadurecer e sermos quem somos hoje. Não vou dizer que as batalhas foram iguais pois cada um é único e passa por situações únicas. Vou dizer para vocês que eu não sou a mesma pessoa de janeiro/17. Eu realmente mudei bastante.

Como todo mundo, passei por dificuldades, perrengues, sofrimentos, alegrias, conquistas e tudo mais que a vida poderia me proporcionar. Me tornei mais madura, mais sábia, mais esperta, mais dona do meu nariz. Aprendi a fazer o que tinha vontade, a aproveitar as oportunidades que me foram dadas.

É claro que tudo depende de ponto de vista. As coisas boas e ruins que me aconteceram, podem ser completamente diferentes para vocês. Cada um sabe de sua necessidades e deveres. Eu aprendi a questionar, a buscar por coisas melhores. Afinal, me esforço bastante, luto, venço batalhas diárias e mereço que coisas boas me aconteçam.

Minha caminhada foi grande. Passei por coisa demais para contar aqui. Aprendi com cada situação, cada acontecimento. Eu poderia ter desistido, mas não o fiz. Sou muito maior do que aquilo que quer me derrubar. Como diria a música: “Eu não vim até aqui, pra desistir agora”.

Me pego pensando as vezes, em tudo, nesse ano de 2017. Foi um ano difícil, não só pra mim, pra todos nós. A situação em que o pais, o mundo, está vivendo chega a ser desesperadora. O que temos que fazer é viver um dia de cada que assim vamos subindo os degraus para alcançar a tão sonhada vitória.

Já estou traçando novas metas, objetivos para esse ano de 2018. Espero conseguir concretizar todos eles. Sei que não será fácil, afinal quase nada é. Mas é com as tentativas que vamos descobrindo nossos medos, nossas falhas, nossas forças e trabalhar em cima de cada detalhe.

Ótimo final de ano à todos vocês. Espero que o próximo seja melhor, mais feliz, com mais amor, mais realizações. Seja forte, guerreiro. Muita coisa ainda está por vir e você vai precisar lidar com diversas situações. Aguente firme. FELIZ ANO NOVO! FELIZ 2018.

 

Anúncios

Viajar

Vocês acharam mesmo que eu ia tirar férias e ficar só em casa? Erraram feio. Já viajei por alguns dias e vou viajar novamente. Que coisa maravilhosa é poder sair e conhecer novos lugares, novas pessoas, novas culturas. Eu amo sair pra passear. É uma sensação maravilhosa né? Sair sem se preocupar com nada, aproveitar tudo que o lugar tem para oferecer.

Eu tenho muita vontade de conhecer tantos lugares, mas a falta de tempo acaba limitando esse desejo. É uma sensação de liberdade, de poder fazer tudo que queria. Não ter hora pra acordar, não ter compromissos e tudo o mais.

Viajei para Arraial D’Ajuda na Bahia. Que lugar incrível, maravilhoso, acolhedor e lindo. Deu para descansar, recarregar as energias e ainda conhecer um lugar novo. Todos os moradores e até mesmo outros turistas, foram completamente receptivos.  Lá realmente parece um lugar fora da realidade. É tão calmo e distante de tudo.

Tem um clima maravilhoso, aconchegante e que traz bastante paz. As ruas são calmas, mas com bastante movimento de pessoas, e alguns bares e restaurantes. Confesso que tenho um leve receio de visitar a Bahia, não sei porque. Mas fiquei realmente encantada com aquele lugar.

Se tiverem a oportunidade de conhecer, passear, nem que seja por um dia. Vá! Você vai se surpreender com o vilarejo maravilhoso e com praias incrivelmente bonitas. Com certeza voltarei, para conhecer mais sobre Arraial. Eles possuem toda uma cultura, todo um costume que encanta em cada detalhe. Trouxe alguns souvenires incríveis que já espalhei pela minha casa.

Obrigada por tudo Arraial D’Ajuda! Espero vê-la em breve!

Férias

Não sei nem como descrever o que sinto. Nunca tive férias desde que comecei minha vida de trabalhadora. É uma sensação maravilhosa, poder descansar, sem ter hora para fazer as coisas ou ter compromissos. Sem ter hora para acordar, sem ter que trocar meu pijama. É uma sensação realmente maravilhosa. Queria ter passado por isso mais vezes. Tem dias que acordo e acho que não é real e preciso ir trabalhar.

É um descanso merecido aos trabalhadores que se dedicam tanto ao trabalho. Poder tirar o peso, a tensão  e tudo que nos tira o sono. Imagina só, poder ficar de pijama e curtindo preguiça o dia inteiro. Colocando o sono em dia e sem ter hora pra acordar. Acho que desligar o despertador dá uma paz de espírito imensa.

Quem diria que um dia seria real. Ser adulto é realmente surpreendente. Estou amando esse tempo que tenho só para mim e colocar minha cabeça em ordem. A gente passa por coisa demais e não temos tempo para assimilar. As férias são realmente boas por conta disso. Tenho tempo para me achar, me encontrar, saber quem realmente sou. Isso é bastante complicado nos dias de hoje.

A vida é uma correria sem fim. Quando temos a chance de ter férias, agarre com todas as forças. É essencial para mantermos a sanidade mental de alguma maneira. Engraçado escrever isso, percebo que estou sempre em crescimento, meu amadurecimento vai de acordo com minhas experiências. Estranho pensar nisso agora, sempre achei que fosse super madura, crescida e dona do meu nariz.

Enfim, se tiver a oportunidade, tire férias. Aproveite seu tempo. Faça o que tem vontade de fazer e não se prive de nada que possa te fazer feliz. Isso faz parte da vida, da experiência, de saber quem somos. Quem tem férias, tem tudo. Amo férias!!

 

Tudo vai dar certo..basta acreditar!

Eu sei que é difícil de acreditar que tudo vai dar certo. As coisas no mundo e talvez nas nossas vidas pode não está indo muito bem, mas devemos acreditar. Estou vivendo uma fase de desesperança, e ela parece que nunca vai passar. É difícil lidar com essa fase e com os sentimentos que estão tomando conta de mim. Tento ao máximo pensar coisas boas, ter esperanças de que as coisas vão ficar realmente boas.

Todo dia que acordo, tento ter somente pensamentos positivos. Para que isso ilumine meu dia e eu passe por mais uma luta da melhor maneira possível. Não sou das pessoas otimistas que você vai conhecer na vida, tento ser realista para me surpreender com coisas boas e surpresas. Acabei ficando cansada de me decepcionar tanto com os acontecimentos da vida.

Com o tempo a vida nos ensina quando devemos ser otimistas e na maioria dos casos, realista para certas coisas. Não que eu seja uma pessoa pessimista, pelo contrário. Amo que aconteçam coisas boas comigo. Só não consigo ficar criando expectativas o tempo inteiro. Isso acontece por tudo que já passamos na vida. Quanto mais aprendizado, experiências, vivência e tudo o mais, mais estaremos amadurecidos para o que vier nos afrontar no caminho.

Já sofri demais e também já passei por tantas situações maravilhosas, que me tornei uma pessoa melhor, mais crítica, mais sábia, mais forte para enfrentar adversidades. Não quer dizer que eu esteja preparada para tudo, ainda tenho muito o que aprender e passar na vida. Eu somente comecei a ver que não adianta ficar ansiosa, nervosa e pensar que algo pode dar errado.

Tenho pensado mais em mim, no meu bem-estar. Eu sou a pessoa  mais importante da minha vida. E não pode ser diferente. Se eu não estou feliz comigo, quem poderia estar? Essa é a única verdade que posso dizer hoje…É uma fase, e ela vai passar. Coisas boas estão te esperando nessa caminhada. Seja forte e não se deixe abalar pelos obstáculos. Você é capaz de passar por tudo isso. Vai dar tudo certo!

Limite

Não sei quando vou saber que cheguei no meu limite em todos os aspectos. Sempre sinto que estou acabada e acontece mais uma coisinha para testar minha paciência, minha sabedoria e tudo que se pode testar. Venho percebendo que estou ficando sem saco, sem vontade para muita coisa que antes tiravam meu fôlego de alguma maneira. Não sei se isso é normal ou tenho que procurar alguma ajuda ou tentar ser mais tranquila em relação aos acontecimentos da minha vida.

Tenho percebido que quanto mais fico nervosa, mais os testes aparecem para ver se eu realmente dou conta de mais uma pancada da vida. Acabei ficando mais reclusa e sozinha para tentar manter a sanidade mental. Sei que a vida é baseada em desafios e testes diários, momentâneos e quanto mais melhor. Sei que estou sendo testada desde a hora que levanto para ir trabalhar.

Uma mania que vem me perseguindo freneticamente, é ficar e/ou tomar raiva de alguém por alguma situação específica. Sei que não sou só eu, que não é coisa pessoal. Mas não quero acabar amargurada, mal humorada, chata, sistemática e as pessoas acabarem se afastando de mim por algum motivo desses.

O que sinto é que não sou boa o suficiente para algumas pessoas, que sempre tenho que melhorar algo, que preciso freneticamente procurar a perfeição. Ninguém consegue isso, é impossível. Todos temos defeitos e vamos falhar não uma, mas milhares de vezes durante a vida. É a ordem natural das coisas. Sinto que posso ser substituída a qualquer momento se meu limite acabar.

Tento de todas as formas me manter calma, serena e procurar uma solução que seja boa para todo mundo. Mas quando as pessoas me tratam de maneira grossa (não consigo achar outra palavra que possa encaixar), meu sangue ferve. Fico chateada e triste por tentar ajudar e ser tratada de mal maneira.

Não é fácil viver, não é fácil superar os próprios limites e obstáculos. Querendo ou não, somos nossos piores inimigos. Eu sinto que meu limite realmente está chegando ao fim e que de uma hora para a outra posso explodir. E isso não vai ser legal, muito pelo contrário. Vou me dar mal, vou me martirizar pelo resto da minha vida. Então gente…como lidar com esses sentimentos? (Se descobrirem, me ajudem!)

É tanta bagagem

Vamos vivendo sem perceber isso. Mas cada experiência é uma bagagem que levamos para a vida. Vivemos coisas demais para não levar nada, não aprender nada. Podemos achar que não amadurecemos mas é mentira. Uma coisinha ou outra nós gravamos em algum lugar para quando for necessário usar. E quando paro para pensar em tudo, vejo que tenho uma bagagem imensa de coisas boas e ruins. Não se assuste pois isso é completamente normal. Mas tenha cuidado para não levar coisas ruins com você. Isso pode ser uma pisada em falso muito perigosa.

É difícil voltar atrás e tentar mudar as coisas. Quase sempre impossível. Os dias não voltam e muito menos atitudes e coisas feitas. Tenho medo de que o que aprendi possa se virar contra mim. Isso pode acontecer. Nossa bagagem nos diz o que somos e no que podemos nos tornar. A vida nos ajuda a seguir em frente e tomar as melhores decisões.  Só não podemos deixar as más decisões decidirem nosso futuro.

Vejo que é cada vez mais difícil nos mantermos no caminho certo. Existem tantos fatos que conseguem nos fazer seguir o pior caminho que isso fica para sempre dentro de nós. Venho tentando ser a melhor pessoa possível, não entendo muito da vida, mas eu sei que no caminho errado eu também não estou.

Tenho muito medo de fazer algo errado que me tornei medrosa e receosa. Mas saiba que isso é normal. São nossas atitudes que nos definem e nos deixa mostrar ao mundo quem realmente somos. Aprendo muito comigo mesma e vejo que estou no caminho certo. As vezes ficamos em cima do muro em algumas questões, isso é completamente normal. A indecisão faz parte da nossa vida mesmo.

Pegue sua bagagem e compartilhe com quem puder. Cada gesto de carinho, de amor, de partilha faz com que o amor possa florescer e tomar conta do mundo. Sua bagagem é individual e somente sua. Ela molda seu caráter e quem você é. Ela pode ficar bem pesada, mas tenho certeza que conseguirá carregar para onde quiser ir.

 

Que loucura não?

Fico imaginando tanta coisa em minha mente que acho que sou completamente pirada. Nada mais faz sentido nessa vida. Tá tudo de cabeça pra baixo. Desde que nasci venho vivendo mudanças que nem pensei que podiam ocorrer em toda a minha vida. Quem diria que tudo ia estar onde está hoje. Nem nos meus sonhos mais absurdos me imaginaria fazendo o que faço, sendo o que sou, agindo como ajo e pensando como penso.

Tenho pensado que tudo vai mudar novamente quando menos esperarmos. Olha que reviravolta com que estamos lidando ultimamente.O ser humano é realmente bem maluco. Como chegamos onde estamos? Porque tudo está dessa maneira? Onde vamos chegar com tudo isso? São perguntas que insistem em rondar a minha mente diariamente.

Mas sempre tenho aquela esperança de que tudo vai ficar bem e vamos sair dessas e viver melhor que antes. O amor vai ajudar, vai fluir e emanar de uma forma tão linda que tudo o que acontece agora não vai importar mais. Vamos colocar a mão na consciência, cair na real e ver que o mundo está desmoronando mais rápido do que imaginamos.

Vamos dar um jeito em tudo, vamos nos amar mais. É muito difícil e ruim ver toda essa competição por poder, por ódio, por vontade de ser melhor do que o outro. Acabei desviando um pouco do assunto, mas que loucura né? Cada dia que acordo, sei que vai acontecer algo que nem imagino. Acabei ficando um pouco desacreditada com a vida. Espero que passe!

Fiquei afastada de muitas coisas que adoro, como meu blog. Agora voltei e quero escrever, fazer o que me faz bem. Escrever me ajuda tanto quanto a leitura. Não vou me deixar de lado mais. Mas agora que fiquei enferrujada, não sei mais o que escrever. Me ajuda gente!

A louca dos livros não sabe o que escrever! Que loucura!!!